Na saia justa!!!

Na saia Justa!!!

 

Justa ao corpo e com uma linha direita… A saia lápis tem uma legião de fãs.

Pode ter começado como a imagem de marca das tradicionais executivas, a peça de roupa preferida da professora de religião e moral e da composta bibliotecária. Mas da mesma forma que o aborrecido cardigã se rebelou, a sensaborona saia lápis também mostrou ter um lado picante. Desde, rachas até à coxa ou vários comprimentos variados, se quisermos ser arrojadas podemos sempre arriscar e ornamentá-las com tiras de tanga embutidas (como na coleção de Tom Ford para Gucci Spring/Summer 1998).

Na realidade, na maioria das vezes, a persuasão do sex appeal de uma saia lápis venha da liberdade do estilo criativo de quem a veste. Para termos um bom exemplo, basta olharmos para o final dos anos 90 em busca de inspiraçã0, quando a saia lápis era frequentemente usada com um top justo para compensar a sua conservadora silhueta. Mais recentemente, Kim Kardashian também optou por a utilizar com tops tubo.

A minha opinião? Fazer o styling com um simples tank top ou com uma camisola de gola alta, mas sempre… com saltos agulha.

Para uma versão mais glamorosa, podemos coordenar com um casaquinho estruturado.

E é muitíssimo versátil porque podemos usá-la do trabalho para uma saída 🙂

Poderá também gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *