As “mom” jeans voltaram com estilo!!!

As “mom jeans” voltaram com estilo!!!

 

Como é que as “mom jeans” passaram de “don’t” a uma tendência de moda…

Se ainda não ouviram as “mom jeans” voltaram (na realidade têm estado a fazer o seu regresso devagarinho desde 2017…) e são umas das tendências da estação.

Então como é que este modelo de calças de ganga para mulheres passou de piada de traseiros, para uma das peças chaves no denim para jovens mulheres com estilo (e mulheres jovens de coração :))?

 

Deixem-me explicar:

As “mom jeans” surgiram nos anos 80, antes das skinny jeans se tornarem as heroínas aos olhos dos designers. Na altura milhares destas calças foram compradas maioritariamente por mulheres de meia idade, que as viam como uma peça confortável. Elas eram também de cintura subida, fazendo a figura feminina parecer mais longa e favorecida.

No entanto, sem a tecnologia de stretch que está hoje presente em todas as calças de ganga, estas calças não traziam nada de positivo ao contorno do corpo, isso juntamente a outros horrores, como o tecido em excesso à volta do zipper e por vezes a existência de plissado, dando a ilusão de barriga inchada, as mulheres utilizavam-as sem terem ideia, aparentemente, de como ficavam pouco sexy.

 

Hoje em dia as “mom jeans” voltaram com um upgrade de design. Mantém-se a cintura subida, mas têm um gancho baixo, algum stretch e bolsos traseiro colocados estrategicamente para se conseguir uma silhueta favorecedora.

Como as utilizar? Este modelo fica igualmente bem com ténis ou stilletos, com t-shirts mais largas por dentro das calças ou tops justos, blazers ou bombers, a sua versatilidade permite-nos dar largas à nossa imaginação.

 

Continuar a ler

A tendência mais brilhante da estação!!!

A tendência mais brilhante da estação!!!

Não posso dizer com certeza que os Aqua estavam a pensar em moda quando lançaram a musica “Life in plastic, it’s fantastic” em 1997, mas duas décadas depois os designers de moda parecem estar a perceber o encanto. 

As passarelas de Nova York com Marc Jacobs, a Paris com Chanel e Valentino, apresentaram muito PVC, o as fashion influenciers deram-lhe um empolgante apoio fora dos shows, conjugando calça skinny de vinil, com peças clássicas, com sweaters, casacos brilhantes e transparências. 

Temos que dar crédito a quem o merece, Raf Simons surpreendeu da melhor forma com a sua primeira coleção para a Calvin Klein, onde apresentou vestidos e peles cobertas com uma camada de plástico translúcido.

Let it shine…

 

Continuar a ler

Dior Backstage Foundation – A base perfeita!

 

Dior Backstage Foundation – A base perfeita!

 

Para mim o artigo mais difícil de  escolher quando toca à compra de maquilhagem é sem dúvida nenhuma, a base – como tela para a makeup completa, a base é o ponto em que temos mesmo que acertar (no pressure). Sendo assim, vou partilhar convosco os meus passos para encontrar – a base perfeita!

1 . Melhorar o tratamento da pele

Procurar uma base que esteja a trabalhar a nossa pele enquanto a usamos. Escolher uma base que contenha séruns – desta forma a pele irá usufruir de vários benefícios durante o dia.

2. Experimentar antes de comprar

Encontrar em primeiro lugar o tom certo para a pele do nosso rosto, que altera dependendo da estação do ano, juntamente com o número da nossa base, é uma verdadeira batalha. O objectivo é obter um tom tão exato que se funde na tez como uma segunda pele, uma dica importante é que devemos testar sempre a base no queixo ou na linha do maxilar, nunca na mão.

3. Encontrar a melhor fórmula

Todos temos as nossas preferências, mas se procuramos brilho e luz (francamente a maioria de nós) será melhor ficarmos por bases líquidas para uma maior uniformidade.

4. Mudar o tom de acordo com a estação do ano

Ter dois tons de base, cada uma escolhida no pico do Verão e do Inverno. Desta forma, podemos ir misturando os dois tons até obtermos a tonalidade perfeita, para a nossa pele, quando estamos nas restantes estações.

5. Com ou sem proteção solar?

A minha resposta é sempre – com proteção solar. A utilização de proteção solar à parte, pode fazer com que a base fique por vezes demasiado liíquida e assim não durar tanto quanto deveria. A SPF na base pode também refletir mais luz.

6. Manter a versatilidade

Uma base que possamos misturar com outros produtos é sempre um factor positivo. Por exemplo: se juntarmos um pouco de highlight à nossa base, teremos como resultado uma cobertura mais leve.

7. Manter a base com um ar fresco

Se não somos uma pessoa de pós, a melhor arma para mantermos a base com um ar fresco por mais horas, é utilizarmos um spray fixante. Uns borrifos a meio do dia é também uma forma fantástica de conseguir manter a pele maquilhada com um ar radiante e saudável.

 

Actualmente para mim a base perfeita, que conjuga estes sete pontos maravilhosamente é a Dior backstage Foundation – o meu tom de Verão 🙂 é o N4 (ainda não sei o de Inverno, estou muito morena).

 

Continuar a ler

50s are back baby

50s are back baby

 

Se quisermos nomear la pièce de résistence da década de 50, essa deverá ser a poodle skirt.

As tendências de meio do século, tinham tudo a ver com o marcar uma cintura fina, e entretanto evidenciar e acentuar a anca, através do formato em A destas saias e o seu característico comprimento pelo joelho. Nesta estação elas estão de volta com um twist actualizado, através de texturas fortes e tecido arrojados.

Nada expressa mais um “estou pronta para o “50s revival”, como um cabelo cuidadosamente estilizado, mostrando o poder de uma ondas brilhantes e profundas pelos ombros, naturalmente com o toque moderno e desconstruido de 2018.

Para finalizar, baton vermelho. Et voilá!!!

Continuar a ler

Ice cream girl

Desejos por gelados? Esta estação podemos controlar a balança, traindo a gula com a moda 🙂 experimentando toda a paleta dos sorvetes, em camadas sobre camadas de lindos tecidos e brincando com a conjugação de várias peças de roupa todas no mesmo tom. Isto pode parecer trabalho árduo, mas na verdade é surpreendentemente fácil de conseguir: abram o guarda-roupa, selecionem todos os itens pasteis que estejam à vista e enfiem esse menu de gelados em cima uns dos outros e poderão ter um sundae  special ou um banana split.

Continuar a ler

Florals? For spring? Groundbreaking.

Florals? For spring? Groundbreaking.

Por muito que eu adore a Miranda Priestly, a gélida e fantástica editora de moda, interpretada pela incrível Meryl Streep, no filme “O Diabo veste Prada”, e francamente concorde com ela, quando se mostra entediada com uma tendência de moda que é recorrente a cada Primavera/Verão, quase parecendo que não teríamos Verão sem um mar de padrões florais.

No entanto 🙂 este ano os padrões florais deixaram de estar reservados aos roupeiros das avózinhas ou às datadas toalhas de mesa. Esta estação as flores são apresentadas em padrões grandes e ousados. O aumento na sua dimensão confere ao padrão floral um toque mais moderno e actual, mantendo-se feminino mas edgy.

Por isso sim Miranda, this season I love, love florals for Spring!

 

Continuar a ler

Lisboa menina e moça…

 

Terraços do Carmo!

 

Quando temos a sorte de viver num local tão extraordinário como Lisboa, temos muito por onde escolher quando nos apetece passar um bom final de tarde.

Hoje, tenho como pano de fundo os magníficos Terraços do Carmo. Para além das fantásticas esplanadas, temos disponíveis umas relaxantes esperguiçadeiras, onde podemos contemplar o que Lisboa de melhor tem para nos oferecer – a luz!!!

Optei por um vestido em seda, muito fluido e que contrasta tão bem com o verde da relva do espaço, mas sobretudo com os coloridos pasteis da inspiradora arquitetura.

Muito obrigada cidade a ponto-luz bordada!!!

Continuar a ler